Estudantes dos EUA querem mais cursos sobre criptomoedas e blockchain

Segundo pesquisa realizada pela Coinbase os estudantes dos EUA estão mais interessados a cada dia nas tecnologias relacionadas a criptomoedas.

Baseando-se na pesquisa foi identificado que 50% das Universidades pesquisadas possuem pelo menos uma matéria que aborda a tecnologia blockchain/criptomoedas.

Segundo Bill Maurer, Reitor da escola de ciências sociais da Universidade da Califórnia, os estudantes de hoje estão pensando sobre futuros econômico alternativos.

O mais surpreendente é que a pesquisa identificou que o interesse por criptomoedas e blockchain vai além das ciências relacionadas a economia.

Blockchain e Criptomoedas quebrando barreiras

Alunos de cursos voltados a Ciências Sociais estão mais interessados nas tecnologias criptográficas do que os que cursam Ciências da Computação, o interesse é de um grupo diversificado de alunos.

Segundo Maurer o interesse dos alunos por assuntos relacionados as novidades de âmbito financeiro preparam os alunos para quaisquer áreas de atuação.

Outras Universidades como Cornell, Georgetown e Universidade de Nova York também estão focadas nas novas tecnologias e aos poucos atendendo a demanda crescente.

Foi identificado também que o crescente aumento de interesse por criptomoedas e blockchain está relacionado a oportunidades em um mercado de trabalho mais amplo.

Alunos graduados com experiência em tecnologias criptográficas têm maiores chances de entrarem para o mercado de trabalho devido a busca por estes profissionais estar crescendo em diversas áreas de atuação.

Resultados positivos na pesquisa

O vice presidente da Coinbase gostou dos resultados da pesquisa e disse ser emocionante ver o interesse por criptomoedas estar crescendo a cada dia.

No Brasil o interesse ainda é muito pequeno e a população está no momento mais interessada em resolver problemas de cunho social.

O interessante é que a tecnologia das criptomoedas e blockchain pode ajudar muito nisso, mas é necessário encontrar pessoas interessadas em abraçar esta causa.

Participe com seu comentário