Possível Criptomoeda Suiça é defendida por presidente da bolsa de valores

Romeo Lacher defendeu uma moeda criptográfica desenvolvida pelo país o “E-franc” e disse que isso daria impulso a economia do país.

É fato que a Venezuela já possui a sua moeda, a Petro, e que a tendência é a aparição de outras criptomoedas, afinal isso dará mais controle a operações deste tipo, além de facilitar operações co outros países.

Romeo informou que a E-franc precisa do apoio do Banco Central da Suiça e que este processo de criação da criptomoeda traria muitas vantagens.

Ele disse também que “Não gosta de dinheiro” , como o conhecemos, e que a criptomoeda seria um grande avanço para a Suiça.

Por enquanto o Banco Central não vê necessidade

O Banco Central informa que não vê a necessidade da criação da criptomoeda como meio de pagamento porque a moeda corrente não têm problemas.

O presidente encherga este como um excelente momento para a Suiça obter o seu espaço no mercado de criptomoedas.

Apesar do entusiasmo, Lacher já informou que a Bolsa de Valores e seus proprietários não permitirão a negociação de criptomoedas/tokens, mas que a adoção da Blockchain para os negócios pode ser muito bom.

Veja também = JP Morgan volta a mensionar o risco das criptomoedas

Suiça posicionada como líder em tecnologia

A posição da Suiça como líder em tecnologia para Ladgers está em pauta, mas Lacher reconhece que são pioneiros no assunto e ainda têm muito a aprender.

Ele diz que é complicado começar em um mercado totalmente novo e que cometerão erros fazendo isso, mas que o aprendizado será recompensador.

Johann Schneider, ministro da economia Suiça, disse que a Suiça deve esforçar-se para criar a melhor criptomoeda planejada por um país.

Ele informou também que as criptomoedas são a quarta revolução industrial, mas que ainda é cedo para falar sobre supervisão regulamentar em criptomoedas, bem como a maneira que a populaçao irá enchergar isso.

Conclusão sobre possível criptomoeda Suiça

Este assunto provavelmente voltará a tona e é fato que os países, bancos, bolsas e outras instituições estão quebrando a cabeça para encontrar maneiras de corarem impostos sobre as criptomoedas.

O importante é que você não pode esquecer que este é um momento histórico e que está fazendo parte dele.

Provavelmente, muito em breve, você estará pagando suas compras, pedágios, contas e serviços com criptomoedas, se é que já não esteja fazendo isso.

Obrigado pela visita!

Deixe seus comentários.

Participe com seu comentário