Cartão de débito via Blockchain

Um cartão de débito via blockchain é o sonho dos amantes em criptomoedas e a Bitwala resolveu esta pendência criando o seu.

Os clientes poderão trabalhar com até 100.000 Euros e a empresa só está aguardando a Bafin (Supervisão financeira da Alemanha) aprovar o projeto.

Em janeiro a Bitwala anunciou que estava parando com seus tradicionais cartões pré pagos e agora está dedicando a um serviço que permite uma transição entre as moedas tradicionais e a blockchain.

Cartão de débito via blockchain e as contas tradicionais

A ideia é combinar os pontos de uma conta tradicional com a economia de criptografia, aumentando as possibilidades de consumo dos usuários.

A pretensão da empresa é apresentar o novo serviço ao mundo em breve e aumentar a sua base de clientes com esta novidade arojada e inovadora.

A empresa comenta que possui usuários em mais de 200 países e que os clientes já podem se pré registrar para este novo serviço.

Veja também = Co Fundador da Apple têm seus bitcoins roubados

Cartão de débito via blockchain com contas reguladas

Contas reguladas

A Supervisão Financeira da Alemanha (Bafin) deve aprovar em breve o serviço e as contas são garantidas até 100.000 Euros.

A Bitwala garante que será uma solução perfeita para quem procura serviços bancários baseados em criptoografia e que os clientes poderão comprar, vender e gerenciar suas contas com facilidade e rapidez.

Débitos automáticos também serão uma facilidade disponível.

Contas x cartão de débito via blockchain

Os cartões de débito estarão vinculados as novas contas  já poderão ser utilizados para compras de produtos e serviços.

A empresa garante que as taxas serão muito mais baixas e com maioes limites de gastos, comparando com os cartões oferecidos anteriormente.

Os antigos cartões pré pagos da Bitwala foram cancelados e em muma declaração a CNBC a Visa informou que estava cancelando os serviços relacionados a Wavecrest (emissora de cartões da bitwala).

Você gostou desta novidade? Deixe seus comentários.

Participe com seu comentário