China atrapalha recuperação do Bitcoin

Tempo de leitura: 2 minutos

O ano de 2018 não começa bem para a moeda bitcoin e demais criptomoedas que a seguem, notícias continuam a aparecer, atrapalhando o mercado.

A “bola da vez” agora é a China que está proibindo o trabalho das plataformas que fazem o intercâmbio de criptomoedas, segundo a agência Xinhua.

A notícia sobre uma investigação na Bolsa Bitfinex e a suposta proibição da moeda na India também causaram a fuga de muitos entusiastas.

O que está acontecendo é uma “limpeza” do mercado de criptomoedas e aqueles que somente entram nos momentos de alta estão indo embora.

A quem diga que as “baleias” estão aguardando o melhor momento para entrar com tudo na compra de bitcoin, fazendo com que o preço da moeda dispare novamente.

A recuperação do bitcoin depende de você !

bitcoin depende de você
A recuperação do bitcoin depende de você

Não importa se você é proprietário de uma exchange, um trader iniciante ou um minerador de criptomoedas, a questão é que independente da sua função, a mais importante de todas, é conhecer o mercado.

Desde quando surgiu o Bitcoin, mais especificamente quando ficou conhecido para o público, as notícias são muito parecidas.

Fala-se no fim da moeda, na proibição nos países, em bancos que não aceitam transações vindas de criptomoedas e muito mais.

Na verdade estão todos adaptando-se a esta nova realidade e mesmo com notícias ruins o mercado acaba reagindo bem.

Países, bancos e empresas aceitando criptomoedas

Basicamente a China está fazendo o que fez a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), proibindo algo que ainda não sabem como resolver.

Perceba que aos poucos tudo vai enquadrando-se neste novo mercado financeiro.

Banco Santander começando a trabalhar com uma plataforma baseada na Ripple e a Venezuela com sua própria moeda digital, a Petro.

Não quero entrar no mérito sobre o porque das decisões tomadas no caso do Santander e da Venezuela, o importante é perceber que este é um caminho sem volta.

O mundo será cada vez mais baseado em criptomoedas

Mundo baseado em criptomoedas
Mundo baseado em criptomoedas

Este é um caminho sem volta e vamos perceber que órgãos reguladores, bancos e países terão que adaptar-se a este mercado.

O pai das moedas, o bitcoin, não vai acabar como dizem toda a vez que o mercado passa por uma baixa, mas vai adaptando-se as necessidades das pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas.

Não fique precupado(a), sei que não é fácil, mas esta não é a primeira e muito menos a última vez que a moeda passa por um momento de baixa.

O que importa é ter um Mindset regulado, entendendo que boas decisões são tomadas com a cabeça fria.

Estude, pesquise e conheça o mercado.

Obrigado pela visita e desejo tudo de bom !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *